Teatro Sesc Rio - "A Última Cápsula" e "Pouco Amor Não é Amor" - Sou Tijuca

Teatro Sesc Rio – “A Última Cápsula” e “Pouco Amor Não é Amor”

A Última Cápsula

Encenação trata de questões da mulher e pressões sociais

Elisa Mendes/Divulgação

O espetáculo se inicia num futuro próximo no qual uma mulher de quase 40 anos contrata um serviço oferecido por uma empresa de telemarketing. Na busca por aplacar suas angústias do período da vida em que se encontra, ela quer congelar seus óvulos. Por impulso, acaba se deixando levar por uma escolha irreversível em função do mito da mulher eternamente jovem.

Décadas depois, sozinha e perdida, presa num corpo que não corresponde à sua idade e nem aos seus anseios, ela decide cancelar o serviço, mas é transferida de um setor ao outro, sem que ninguém possa efetivar seu atendimento. Refém da tecnologia, ela se torna vítima de um sistema que não funciona.

Serviço

A Última Cápsula

Local: Sesc Tijuca – Teatro I
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 539 – Tijuca
Telefone: (21) 3268-2164
Sessões: Sexta a domingo às 20h
Período: 15/03 a 07/04
Elenco: Ana Abbott e Raquel Alvarenga
Direção: Ana Abbott e Raquel Alvarenga
Texto: Clara Meirelles
Classificação: 14 anos
Entrada: R$ 30 (inteira); R$ 15 (meia); R$ 7,50 (associados Sesc)
Gênero: Comédia de ficção científica
Duração: 70 minutos

Pouco Amor Não é Amor

Amor, morte, família, loucura, traição e ciúme ao “molho” de Nelson Rodrigues

Marcos Felipe/Divulgação

Não há meio-termo para os amantes: ou o amor é eterno ou não é amor – a filosofia e a ficção de Nelson Rodrigues não dão margem a dúvidas. Quem ama quer morrer nos braços do ser amado.

A partir de abril de 1953, durante 54 semanas, Nelson escreveu os textos que compõem o livro homônimo, que eram publicados sempre aos domingos no Jornal da Semana – Flan. Os contos se aliam às histórias da obra A Vida como Ela É… revelando uma parcela da sociedade carioca da década de 50.

Não se trata do mero retrato da crônica. Nelson descreve contínuos e desempregados, sambistas e socialites, moçoilas e gaviões, donas-de-casa e aposentados não exatamente como eram, mas como seriam se libertados da capa social e revelados em seu aspecto mais obsessivo, contraditório e, sem dúvida, cômico.

Serviço

Pouco Amor Não é Amor

Local: Sesc Tijuca – Teatro II
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 539 – Tijuca
Telefone: (21) 3268-2164
Sessões: Sexta a domingo às 19h
Período: 15/03 a 07/04
Elenco: Alan Pellegrino, Daniel Chagas, Deborah Rocha e Gisela de Castro
Direção: Sidnei Cruz
Texto: Sidnei Cruz
Classificação: 12 anos
Entrada: R$ 30 (inteira); R$ 15 (meia); R$ 7,50 (sócio Sesc); gratuito PCG (para famílias com renda de até 3 salários mínimos)
Gênero: Drama
Duração: 55 minutos

In this article